• Contrato com o PNUD para solução de registo biométrico para as eleições na Serra Leoa
  • Zetes produz cadernos eleitorais e oferece serviços AFIS para processamento/verificação de impressões digitais e reconhecimento facial
  • A entrega da primeira fase do projecto ocorreu mês e meio após a celebração do contrato

Bruxelas (Bélgica) / Freetown (Serra Leoa), XX de Julho de 2012 – Em meados de Maio, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) concluiu um contrato com a Zetes para o recenseamento biométrico dos membros da população da Serra Leoa com direito a voto. Este sistema foi elaborado a pensar nas eleições previstas para o final de 2012, que estão a ser organizadas e supervisionadas pelo PNUD. A calendarização do projecto era extremamente apertada: a entrega da primeira fase, a mais importante, ocorreu no passado mês de Junho, apenas mês e meio depois da assinatura do contrato.

O projecto, que contribui para os objectivos da divisão de Identificação de Pessoas da Zetes, abrange o registo de dados biométricos no local (com base em impressões digitais ou – em caso de não haver impressões digitais – através de um reconhecimento facial), a consolidação centralizada de dados, incluindo um sistema de backup e a verificação dos dados biométricos através de um serviço AFIS (Automated Fingerprint Identification System – Sistema automático de identificação de impressões digitais). Em termos locais, a Zetes trabalhou em estreita colaboração com a Comissão Nacional de Eleições (NEC) da Serra Leoa.

Juntamente com os funcionários do PNUD, o Gabinete Integrado das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Serra Leoa (UNIPSIL) e representantes de cada um dos oito partidos políticos da Serra Leoa, uma delegação da NEC visitou previamente a sede da Zetes em Bruxelas, entre 22 e 25 de Maio, para assistir a uma demonstração aprofundada do processo e das tecnologias utilizadas. Desde essa visita, os dados duplicados de eleitores foram devidamente expurgados da base de dados.

Segundo Alain Wirtz, CEO do Grupo Zetes: “Este projecto foi um desafio, sobretudo devido à calendarização extremamente rigorosa e ao tempo limitado definido pelo PNUD. Graças aos esforços conjuntos e ao empenho das equipas de ambas as partes, foi-nos possível concluir o projecto de forma favorável. É um enorme incentivo para continuarmos os nossos esforços e investimentos nesta área e permite-nos dar uma resposta adequada à solicitação de países e organizações internacionais em termos de soluções idênticas de registo de população”.

– FIM –

whitepaper

At the heart of the population register

Challenge, analysis, and approach. 44 pages

Download the white paper