Republic of Cabo Verde

A República de Cabo Verde tem boa visibilidade internacional e é considerada um exemplo por outros países africanos, nomeadamente nos PALOP’s ( Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa).
A Zetes é responsável pela entrega da solução “chave na mão”, incluindo a implementação e gestão do projecto, e desempenha um papel que conhece bem: o de Prime Contractor e integrador de topo, oferecendo uma garantia de qualidade às autoridades cabo-verdianas.
O NOSI (Núcleo Operacional da Sociedade de Informação), um departamento governamental ligado directamente ao gabinete do Primeiro-ministro e encarregue do desenvolvimento da política de e-government, tem sido a interface principal, em Cabo Verde, e é responsável por este projecto, trabalhando como um parceiro local.

A Solução

A solução é baseada na aplicação de recenseamento PRS (Population Registration Solution) desenvolvida pela Zetes, que opera num versátil kit de recenseamento, e na solução AFIS (Automated Fingerprint Identification System) desenvolvida pela Zetes sobre o AFIS engine da Motorola.
Este conceito de recenseamento com base num kit móvel já foi extensamente testado pela Zetes no terreno, especialmente em África. Este conceito já demonstrou ser robusto e eficiente, mesmo sob as condições mais adversas.
O sistema de gestão AFIS - fingerprint digital processing - é uma ferramenta poderosa para garantir um recenseamento livre de fraude, evitando recenseamentos duplicados. Analisando os dados de recenseamento de forma centralizada, este sistema detecta e reporta casos de registos duplicados automaticamente, para que as autoridades possam agir sobre estes casos.
Esta solução de recenseamento tem como objectivo ser um primeiro passo para a implementação de uma infra-estrutura de Identificação Electrónica de Pessoas, fiável e de alta segurança, em Cabo Verde.
A versatilidade foi um dos pontos-chave na preparação da solução de recenseamento, podendo esta ser facilmente adaptada a outros projectos de registo de pessoas noutros sectores do governo.

Porquê a Zetes?

O projecto foi atribuído à Zetes devido aos seguintes factores principais:

  • A sua reputação internacional na entrega de soluções governamentais de Identificação Electrónica de Pessoas (People ID).
  • A sua capacidade comprovada de gerir projectos ao nível nacional, estabelecendo relações produtivas com as autoridades locais em cada um dos países onde trabalha.
  • As referências de sucesso da Zetes na região EMEA (Europe, Middle East and Africa), como o recenseamento na República Democrática do Congo e no Togo.
  • A experiência da Zetes como Prime Contractor no projecto e-ID Belga e a sua contribuição para o projecto do Cartão de Cidadão Português, um projecto seguido como exemplo pelas autoridades cabo-verdianas.

O que se segue?

Esta solução de recenseamento foi desenhada e desenvolvida tendo o futuro em mente.
E o futuro pode ser um Registo Nacional electrónico e a criação de documentos de identificação electrónica (cartão de identidade electrónico, passaporte electrónico,
entre outros).

O primeiro objectivo do projecto é produzir uma lista fiável de eleitores, seguindo-se o objectivo de ter uma base de dados única de toda a população, servindo como base para o Registo Nacional electrónico e um cartão de identidade electrónico. Esta ideia orientou o projecto desde o seu início, em conjunto com as autoridades cabo-verdianas.

A Zetes compreende que projectos como este, estratégicos e de âmbito nacional, têm de ser planeados cuidadosamente e sempre com o futuro em mente, visto envolverem um grande investimento por parte dos Governos e, mais importante ainda, devido ao impacto positivo para as populações.