Para permitir à República do Burundi gerir eficazmente o seu pessoal militar, a Zetes apresenta uma solução para:

  • Alistamento biométrico e biográfico de tropas;
  • Centralização de dados e eliminação de duplicados;
  • Produção de cartões de identificação seguros.

Bruxelas (Bélgica) - Bujumbura (Burundi), XX de Fevereiro de 2009 – A Zetes, o especialista europeu em soluções de identificação automática de bens e pessoas, anuncia a assinatura de um novo contrato com o consórcio composto pela Cooperação Técnica Belga e a empresa Francesa SOFOS Consultants, para a realização de um recenseamento ao pessoal militar do Burundi. Este projecto foi concluído na sequência do projecto de recenseamento ao pessoal da função pública.

A solução apresentada pela Zetes possibilitará a criação de uma nova base de dados que incluirá os principais dados biométricos e biográficos do pessoal militar, e ajudará a obter uma melhor gestão dos recursos humanos. A solução será implementada imediatamente nos serviços administrativos do Ministério da Defesa e do Exército.

Esta operação em grande escala em todo o território nacional tem como alvo uma população de aproximadamente 28.000 pessoas ao serviço do Ministério da Defesa Nacional e dos Antigos Combatentes, com especial destaque para o pessoal do Estado Maior General e para as Forças de Defesa Nacional no teatro de operações.

O projecto está igualmente a ser monitorizado de perto pelo Ministério das Finanças e da Economia.

O Consórcio BTC/SOFOS Consortium, a sua metodologia, o equipamento e o parceiro técnico ZETES (suportado no terreno pela empresa NSI) são os mesmos que já foram utilizados no enquadramento do projecto de recenseamento ao pessoal da função pública, levado a cabo entre o final de Maio e o início de Julho de 2008.

Esta abordagem possibilita um aproveitamento do investimento inicial efectuado com os funcionários públicos.

A operação de recenseamento terá início em Março e prolongar-se-á por um período de 3 a 4 semanas. No final do processo de alistamento, cada membro das forças armadas receberá um cartão de identificação biométrico com foto, impressões digitais, etc.

Alain Wirtz, o CEO da Zetes afirmou: «Estamos encantados com o facto de o Consórcio BTC/SOFOS ter mais uma vez escolhido a nossa organização como parceiro para este segundo projecto no Burundi. Existe uma procura cada vez maior de operações de recenseamento e identificação biométrica de funcionários públicos, pessoal militar, etc. As soluções propostas pela ZETES permitem aos Governos criar bases de dados fiáveis, que constituem um elemento essencial para uma boa gestão de recursos humanos.»

- FIM-

whitepaper

At the heart of the population register

Challenge, analysis, and approach. 44 pages

Download the white paper