Serão produzidos, personalizados e distribuídos todos os anos cerca de 800.000 documentos. Este novo contrato cobre um período de 5 anos e as primeiras cartas serão emitidas a partir de fevereiro de 2013.

Bruxelas, 22 de novembro de 2013 – A Zetes recebeu oficialmente a confirmação que foi selecionada pelo Serviço Público Federal da Mobilidade e Transporte para produzir, personalizar e distribuir a nova carta de condução belga. Este documento cumpre os requisitos da diretiva europeia e beneficia dos mais elevados padrões de segurança e continuidade de serviço.

Prioridade à segurança e à continuidade do serviço

As exigências do SPF da Mobilidade e Transporte nas áreas da segurança e da continuidade do serviço eram extremamente rigorosas. "A nossa experiência em garantir a segurança dos locais envolvidos na produção de documentos de identificação e a continuidade do serviço, na Bélgica, em Israel ou na Costa do Marfim, preparou-nos bem para este projeto", afirma Ronny Depoortere, VP Sénior da Divisão PASS (Serviços de Autenticação Pessoal e Segurança) da Zetes. A Zetes também possui a certificação ISO 27001 para a gestão da segurança de sistemas de TI. A empresa produzirá os cartões em policarbonato para serem personalizados internamente.

Em termos de qualidade e continuidade do serviço, a Zetes garante:

  • Entrega extremamente rápida: receção nas administrações municipais em 48 horas após o envio de um pedido;
  • Prova de entrega quase imediata: dados transmitidos em 15 minutos após a receção das cartas de condução por parte das autoridades locais;
  • "Plano de recuperação em caso de catástrofe": no caso de falha das instalações de produção principais, uma segunda instalação na Bélgica estará disponível para assumir a produção em menos de 24 horas.

A oferta da Zetes inclui também a instalação de uma aplicação Web segura ligada ao SPF da Mobilidade e Transporte que permite a esta entidade monitorizar constantemente o estado de produção, os volumes emitidos, etc.

Contribuição da divisão de Identificação de Bens da Zetes

A prova de solução de entrega a cada cidade e administração local, incluindo funcionalidades como o agendamento e a geolocalização, foi inteiramente desenvolvida pela divisão de Identificação de Bens da Zetes. Isto mostra claramente a natureza complementar das duas divisões do Grupo.

O CEO da Zetes, Alain Wirtz, comenta: "A combinação de competências no campo da identificação de bens e propriedade é exclusiva à Zetes e permite-nos fornecer valor acrescentado genuíno aos nossos clientes sob a forma de soluções integradas, práticas e muitas vezes inovadoras."

Posição da Zetes reforçada no seu mercado nacional

Esta decisão confirma o papel central da Zetes na área de documentos seguros. Para além das cartas de condução, a empresa também está muito envolvida na área de cartões de identificação eletrónicos (Bélgica, Israel, Portugal), bem como em matéria de vistos e passaportes biométricos (Costa do Marfim).

"Estamos obviamente muito satisfeitos por ter ganho este concurso, que reconhece os esforços feitos pelas nossas equipas pluridisciplinares. A Zetes já concluiu numerosos projetos em nome do governo belga, incluindo o eID, o cartão de saúde SIS, etc. Sentimos imenso orgulho pela confiança renovada depositada nas nossas equipas", explica o CEO da Zetes, Alain Wirtz. "Este projeto de cartas de condução expande a gama de ofertas estratégicas do Grupo na área da Identificação de Pessoas. Este projeto também visa o aumento do nosso portefólio de contratos a longo prazo."

O projeto de cartas de condução, no valor de 16 milhões de euros (IVA incluído) em 5 anos, contribuirá para os resultados do Grupo a partir de 2013.

- FIM -

Related references

The Belgian driving licence
Flag_of_Belgium WEB
Belgium

The Belgian driving licence

Condução

Harmonisation at European level In December 2006, the European Parliament and the Council adopted a Directive relating to driving licences. It sets out, first and foremost, to…

Read the reference
whitepaper

At the heart of the population register

Challenge, analysis, and approach. 44 pages

Download the white paper