A produção de cartões de identidade fiáveis assenta, em grande parte, na capacidade de obter dados corretos relativamente aos cidadãos. Uma vez que nem todos os países dispõem de informação suficientemente exaustiva, será necessário realizar o recenseamento biométrico em larga escala da população. Isto representa uma oportunidade para associar o projeto à criação de um registo civil e, consecutivamente, uma oportunidade de:

  • criar uma base de dados central fiável e de referência, que poderá ser utilizada para a personalização de outros tipos de documentos,
    • passaporte,
    • carta de condução,
    • cartão de eleitor,
    • cartão de segurança social,
    • etc.
  • efetuar uma gestão otimizada das identidades,
  • reunir informação importante que possa ser usada para compilar estatísticas sobre a estrutura da sociedade civil,
  • melhorar a precisão e a consistência da informação processada pelas várias administrações ou agências,
  • simplificar a troca de informação entre as diferentes entidades governamentais.

A implementação de um registo civil é frequentemente adiada pelos governos devido à sua complexidade. A implementação do cartão CEDEAO é uma oportunidade para uma reflexão aprofundada sobre o assunto. O esforço de recenseamento, nomeadamente da informação biométrica necessária para a emissão do cartão é uma oportunidade de constituir uma base sólida, a partir da qual a base de dados poderá ser desenvolvida em várias fases.

whitepaper

At the heart of the population register

Challenge, analysis, and approach. 44 pages

Download the white paper